Rabbit’s blog

Um texto pode esconder outro. Leia duas vezes antes de avançar

Rabbit’s blog header image 1

Beira Project

May 19th, 2010 · 1 Comment

The Beira Project will provide HIV-related non-profits in Mozambique with tools, physical and technical, to do their job better, to reach more people better.

Rita and Luis, two graduate students in Pittsburgh (in theatre and computational biology), will be working with two local Mozambican organisations in Beira (Mozambique’s 2nd largest city) supporting them in their work.

It’s online at http://beiraproject.org/

To help out, come to our fundraiser party (in Pittsburgh, USA, May 29 2010) or donate online

→ 1 CommentTags: Portugal

Filhos da Puta: Sócrates Edition

April 5th, 2009 · 21 Comments

O abuso de processos de difamação por parte do nosso PM é nojento. A partir daqui, já estou do outro lado da barricada, do lado do PS com D.

As eleições vindouras, como todas as eleições, são primeiro uma votação sobre o partido do poder. Este partido gosta do poder demasiado para ficar com ele.

→ 21 CommentsTags: Ameaça à Liberdade · Portugal

Manuela Ferreira Leite

November 21st, 2008 · 2 Comments

Penso que foi P.J. O’Rourke que disse de Ann Coulter (uma conhecida polemicista de direita americana): ela diz as mesmas coisas que eu digo. Excepto que eu só as digo às três da manhã, quando estou bêbado que nem um cacho.

→ 2 CommentsTags: Portugal

Outras Paragens

September 9th, 2008 · 1 Comment

Mutual Information

→ 1 CommentTags: Portugal

Taxa de Câmbio

August 24th, 2008 · 3 Comments

Estou numa loja de roupa em Nova Iorque.

Isto está recheado de europeus.

→ 3 CommentsTags: Portugal

Estado

August 13th, 2008 · No Comments

Na série o Estado no seu melhor:

A CP está há um ano à espera de autorização dos ministérios dos transportes e das finanças para poder comprar comboios porque a procura está no pico.

As linhas estão no limite de capacidade, em parte porque pois o Governo mandou rever as obras de modernização da linha do Norte e estas tardam em rearrancar.

A conclusão, à Estado, é que estas dificuldades da ferrovia portuguesa em responder à procura crescente pelo comboio têm sido utilizadas pelo Governo para justificar a urgência da introdução da alta velocidade.

Brilhante. Dificulta-se o crescimento das alternativas ao nosso projecto preferido (o TGV) como forma de justificar o projecto preferido. Isto, meus senhores, é o Estado no seu esplendor.

→ No CommentsTags: Ota e TGV · Portugal

22.3%

August 12th, 2008 · No Comments

Eu tenho dúvidas que seja possível medir o PIB formal com três digitos de precisão.

Não tenho dúvidas nenhumas que a estimativa do tamanho da economia informal tenha uma margem de erro de alguns pontos percentuais.

Dizer que a economia informal são 22.3% do PIB (um número repetido por todo o lado) é um disparate, um erro científico em nome do cientificismo. São pouco mais de 20% é muito mais correcto.

→ No CommentsTags: Economia

Sentence of the Day

August 11th, 2008 · 5 Comments

After every bubble, there’s generally a sort of an anti-bubble–when analysts start looking for reasons that this is the worst crisis ever.

Megan McArdle

→ 5 CommentsTags: Economia

Briliant

August 11th, 2008 · No Comments

In the series this is starting to look like a blog:

Some fireworks in the Olympics opening ceremony were digitally faked.

→ No CommentsTags: General

Nr of Athletes vs. GDP

August 9th, 2008 · No Comments

In the series this looks like a data analysis blog:

Looking at the number of athletes vs GDP (Data from Wikipedia), brings up a nice looking graph (dots are data points, the line is a linear fit in log-log space):

Nr of Athletes vs GDP Beijing 2008

The nice fit leads to the following equation:

Nr = 0.07 * sqrt(GDP)

We can use this line to compare how countries compare to what their GDP would predict. Let’s look at over- and under-achievers

Countries that over-achieve (relative)

Country Predicted Actual Fold Increase
Belarus 23 208 8.9
Ukraine 44 254 5.8
Zimbabwe 2 13 5.7
Jamaica 11 56 5.1
Moldova 6 31 4.8
Mongolia 6 29 4.7
Kiribati 1 3 4.6
New Zealand 42 182 4.4
Croatia 25 106 4.2
Serbia 23 92 4.1

Countries that under-achieve (relative)

Country Predicted Actual Fold Decrease
United Arab Emirates 52 5 10.5
Haiti 7 1 7.4
Guinea 7 1 6.8
Kuwait 39 6 6.5
Bangladesh 31 5 6.1
Botswana 12 2 5.8
Oman 22 4 5.5
Algeria 42 8 5.3
Democratic Republic of the Congo 10 2 5.2
Cameroon 15 3 5.1

It’s the former socialist countries that over-achieve the most. Kiribati is a fluke, which would be removed by a more complete statistical treatment. New Zealand and Jamaica simply shine in sports.

Under-achievers tend to be either oil-rich or at war (not all, Bangladesh has neither). Saudia Arabia also does bad (16 athletes vs 76 predicted).

Interesting how oil wealth does not translate into sports gains. Maybe because it’s not the sports facilities but positive cultural factors that matters most in explaining the GDP dependency. The two factors just tend to be bundled together in rich countries. However, they become unbundled in oil-wealthy countries and they cannot make it to the Olympics.

Still, note the absence of Norway and Canada in this list. In fact, Canada out-performs its GDP prediction by a factor of 2 (Norway does as expected). Not that this disproves the theory: both countries are culturally western.

Interesting, the US has almost exactly as many people in the event as its GDP predicts (548 predicted vs. 595 actual—too small of a difference to be significant). Its power is explained simply by wealth (and not by superior patriotism, cultural interest in sports, or any other such explanation).

China, on the other hand, outperforms its prediction by a factor of 2.6 (247 predicted vs. 639 actual—the biggest absolute difference between predicted and actual in the world). Like ex-socialist countries, China’s performance can probably be attributed to sport performance being treated as a state matter.

For those interested in reproducing this: Source code to generate plot and figures (in Python, requiring numpy and matplotlib—mostly a dump of an interactive ipython session, so not very clean).

→ No CommentsTags: EUA · General

Small Brother

August 8th, 2008 · No Comments

O poder das câmaras baratas a controlar a actuação policial, bem ilustrado neste video:

http://www.theagitator.com/2008/08/06/more-nypd-vs-bikers/.

Ainda há poucos anos, este tipo de abusos passaria mais facilmente despercebido. A versão policial teria muito mais credibilidade.

→ No CommentsTags: Liberalismo

Frase do Dia

August 7th, 2008 · No Comments

Na série estereotipos trocados:

Retailers and contract manufacturers in Taiwan say that novice PC users there, like students and housewives, tend to buy the Linux version of the Eee PC701, while geeks go for Windows XP.

Tech-on via Robin Harris

→ No CommentsTags: General

Parágrafo do Dia

August 5th, 2008 · 3 Comments

Suppose you were a member of a tribe, and you knew that, in the near future, your tribe would be subjected to a resource squeeze. You might propose, as a solution, that no couple have more than one child – after the first child, the couple goes on birth control. Saying, “Let’s all individually have as many children as we can, but then hunt down and cannibalize each other’s children, especially the girls,” would not even occur to you as a possibility.

Eliezer Yudkowsky

→ 3 CommentsTags: General

Crises

August 3rd, 2008 · No Comments

A economia americana está em crise, a maior crise desde o início dos anos 90.

A economia americana cresceu a uma taxa anualizada de 1.9% no segundo trimestre.

Qualquer comparação com Portugal é demasiado deprimente.

→ No CommentsTags: Economia · EUA · Portugal

Instituto Milton Friedman

July 31st, 2008 · No Comments

Na série isto já parece um blogue de esquerda:

O recém anunciado Instituto Milton Friedman na Universidade de Chicago vai ficar no antigo edifício do Instituto de Teologia.

Há que admitir que tem uma certa piada.

→ No CommentsTags: Humor · Liberalismo

Culturas

July 28th, 2008 · No Comments

Estava à procura de uma t-shirt tory. Fui ao site oficial e cliquei em Shop. Era um linque para uma livraria!

O site oficial do PSD suscita o seguinte aviso (com o firefox 3):

Aviso de Segurança

→ No CommentsTags: Portugal

Compensatório

July 28th, 2008 · 1 Comment

Na série isto já parece um blogue conspirativo:

Sou só eu que acha que quem vai ser “compensado” com as novas obras públicas que substituem o aeroporto da Ota são os construtores cívis?

→ 1 CommentTags: Ota e TGV · Portugal

Frase Do Dia

July 27th, 2008 · 2 Comments

My father is fond of saying that if the automobile were invented nowadays, the saddle industry would arrange to have it outlawed.

Eliezer Yudkowsky

→ 2 CommentsTags: Economia

Preservativos

July 25th, 2008 · 1 Comment

Os preservativos em Portugal são caríssimos quando comparados com outros países.

(imagem daqui, o preço é para um pacote de Durex Elite, 12 preservativos).

É possível comprar preservativos online por preços bem mais baixos.

Se eu estivesse ligado a uma associação de estudantes ou uma instituição semelhante, talvez tomasse a iniciativa de comprar umas centenas de preservativos online e vendê-los a preço de custo. Comprando 100, preservativos durex ficam a menos de 25 cêntimos cada um. Bem menos do que o preço típico.

Eu sei que é sempre possível ter preservativos gratuítos nas associações anti-SIDA ou centros de saúde (embora exista uma quota mensal, baixa por sinal). No entanto, esses preservativos são no geral de marca branca e não tão bons. Francamente, acho preferível ter preservativos de marca a baixo custo que produtos inferiores de graça. Claro que é possível ter os dois, cada um escolhe o que quiser.

→ 1 CommentTags: Portugal

Biocombustíveis

July 16th, 2008 · No Comments

Na série posts roubados ao marginal revolution:

Cada tonelada de carbono evitada pelos biocombustíveis custe entre 600 e 1070 euros, quando, no mercado, está a 26 euros. (publico)

Se um projecto privado fosse um tão grande desastre, quanto tempo demoraria até o projecto ser simplesmente arquivado? Provavelmente, um produto que falhasse tão espantosamente seria retirado do mercado em poucas semanas. Será que daqui a 5 anos ainda estaremos a subsidiar os biocombustíveis? Daqui a dez? Estaremos a pagar a pessoas para não produzirem biocombustíveis (querem apostar que alguém vai propor isto nos próximos meses)?

Claro que há a interpretação cínica do sistema político: os biocombustíveis são um sucesso porque permitem dar dinheiro aos grupos certos (grandes agricultores, indústria química, franceses). Neste ponto de vista, não são um desastre, mas um sucesso. O facto de darem cabo do mercado dos alimentos e de custarem imenso dinheiro para um pequeno benefício ambiental são meros detalhes de pouco interesse para o verdadeiro objectivo do projecto.

→ No CommentsTags: Ambiente